Revista Espaço

Valorizando o futuro

Fundação Aperam Acesita estimula boas práticas de ensino nas escolas de Timóteo com prêmio de valorização da educação

14

Prêmio da Fundação Aperam Acesita reconheceu as melhores ações empreendidas para melhorar a qualidade de ensino nas escolas de Timóteo

O incentivo ao desenvolvimento de práticas de ensino que contribuam para melhoria de resultados pedagógicos nas escolas é o foco do prêmio Valorização da Educação de Qualidade, promovido pela Fundação Aperam Acesita.

Em sua 13ª edição neste ano, o prêmio teve dois projetos vencedores: Projeto Cirandolê, na Escola Municipal José Moreira Bowen, que reduziu o número de alunos com defasagem de Leitura e Escrita do 2° ao 5° ano, e projeto Ler e Escrever com Prazer, da Escola Municipal Limoeiro, que elevou o desempenho dos alunos do 6º ao 9º ano em leitura e escrita.

Com a aplicação de ações planejadas e amparadas na Metodologia de Solução de Problemas (PDCA), o prêmio estimula e reconhece iniciativas criadas por educadores para melhorar a qualidade do ensino em escolas públicas estaduais e municipais de Timóteo.

O concurso reuniu nove instituições. Cada escola inscrita recebeu R$ 1 mil para implementar e consolidar as prática pedagógicas em sua unidade. Os profissionais contaram com assessoria gratuita da Fundação sobre como utilizar o PDCA. “O concurso é uma maneira da Fundação contribuir para a busca de um novo olhar sobre a educação e o cenário social do nosso município, apurando a qualidade de ensino, destacando experiências de sucesso e multiplicando seus benefícios”, explica Márcia Lessa, gestora de projetos da Fundação Aperam Acesita.


Todos ganham

Além de estimular práticas e ideias voltadas para a educação de qualidade, o prêmio interfere positivamente na imagem das escolas vencedoras, valorizando seus profissionais e conquistando o respeito e o reconhecimento da comunidade. Todas as ações são conduzidas com base no PDCA, o que permite o desenvolvimento dos profissionais que atuam nas escolas. “Mais do que o recurso distribuído, o principal benefício do prêmio é o saldo deixado nas instituições, com ganhos educacionais perenes para os alunos e capacitação dos profissionais envolvidos”, afirma Márcia.

Compartilhar: