Revista Espaço

Nunca é tarde para recomeçar

Ações de educação da Fundação Aperam Acesita repetem sucesso em 2011

Três projetos de educação da Aperam South America encerraram 2011 com excelentes resultados. O Estudar e o Capacitar, que oferecem aos empregados a oportunidade de concluir os ensinos Fundamental e Médio,formaram este ano 48 alunos. Já o Construindo o Saber, que organiza aulas de cidadania e conhecimentos gerais para idosos, termina 2011 com 56 participantes.

“O sucesso dessas iniciativas é resultado do compromisso de todos os envolvidos, principalmente dos alunos”, acredita a coordenadora de projetos Márcia Lessa. Responsável pelo Estudar e pelo Capacitar, ela diz que um dos trunfos dos programas é o respeito ao ritmo de aprendizagem e à disponibilidade dos participantes. “São eles que decidem onde, quando e como vão estudar. Nossa equipe está disponível para orientá-los, mas os principais agentes são eles próprios”, explica.

Para o aposentado José Geraldo de Alcântara, o Estudar foi uma chance de recuperar o tempo perdido. Ele conta que começou a trabalhar muito jovem e, por isso, não teve a oportunidade de concluir seus estudos. Alguns anos depois de se aposentar pela Empresa, em 1993, o ex-mecânico de manutenção ingressou no projeto e hoje se orgulha de, aos 62 anos,ter completado, no último mês de novembro, o ensino médio. “É a realização de um sonho antigo”, afirma.

Aprendizado no cotidiano

Segundo a coordenadora de projetos Márcia Ferreira, os avanços do Construindo o Saber podem ser vistos no aprendizado crescente dos participantes. Nas turmas iniciais, ela destaca o trabalho feito pelos educadores, sempre respeitando o ritmo de aprendizado de cada aluno e trabalhando a repetição de conteúdos como forma de fixação. “O planejamento e acompanhamento pedagógico são fundamentais neste processo”, acredita. Nas turmas já alfabetizadas, a abordagem de assuntos do cotidiano possibilitou aos alunos o acesso a conteúdos diversificados e atrativos, refletindo no aumento da frequência. “Outro aspecto diferencial do projeto é que os educadores são todos voluntários”, completa.

Os números alcançados pelo projeto em 2011 reforçam essas constatações. Este ano, houve crescimento superior a 15% nos idosos inscritos e um ganho percentual idêntico na frequência dos alunos.

A aposentada Ilka Castro, professora voluntária do projeto há sete anos, afirma que a experiência do dia a dia ajuda também no processo de aprendizagem. “Buscamos relacionar o conteúdo das aulas com a realidade dos alunos. Falamos bastante do passado, mas é interessante notar a vontade que eles têm de se atualizar e como se sentem felizes em aprender”, conta.

21

Abordagem de assuntos do dia a dia proporciona aprendizado crescente para os participantes do Projeto Construindo o Saber


Conheça os projetos

O projeto Estudar foi criado em 1995 com o intuito de garantir aos empregados da Aperam South America e das empresas prestadoras de serviço uma chance de concluir seus estudos. Em 2004, ele foi estendido às cidades do Vale do Jequitinhonha em que a Aperam Bioenergia está inserida. Lá, recebeu o nome de Capacitar. Nesses 14 anos, os dois projetos, que são realizados em parceria com o Sesi, já beneficiaram 1.265 pessoas.

O Construindo o Saber iniciou suas atividades em 1999, oferecendo o espaço da Fundação Aperam Acesita para o ensino de português, matemática e conhecimentos gerais a idosos. As aulas são oferecidas por educadores voluntários. No total, o projeto já recebeu 1108 alunos.

Compartilhar: