Revista Espaço

Promoção Social

Transformação que não para

Combate à pobreza e protagonismo juvenil são focos dos dois novos projetos apoiados em Timóteo pelo Programa de Desenvolvimento de Comunidades

22

Melhorias nas condições de trabalho para os profissionais da Ascati estão entre os projetos finalizados

Ao mesmo tempo em que fecha o ciclo bem-sucedido de frentes do Programa de Desenvolvimento de Comunidades, a Fundação Aperam Acesita não perde tempo e investe em duas novas iniciativas, também realizadas em parceria com a RedEAmérica, que beneficiarão comunidades locais. A primeira, “PorAmerica”, estendida a todo o Bloco Brasil da RedEAmerica, busca o fortalecimento de organizações de base no combate à pobreza. Na primeira fase, quatro instituições da região tiveram suas propostas aprovadas. Agora, elas receberão capacitação da Fundação e da RedEAmerica para a formulação dos seus projetos, que, na segunda etapa de seleção, concorrerão com iniciativas de organizações de outros países da América Latina. “O PorAmerica é uma excelente forma de canalizar recursos para projetos de geração de renda e desenvolvimento de capacidades em organizações de todo o continente. Estamos bem otimistas com as possibilidades das associações locais”, afirma Márcia Andrade, coordenadora de Projetos da Fundação.

Força jovem

O segundo projeto iniciado pela Fundação Aperam Acesita é o Rede de Jovens, que trabalhará com grupos formados por jovens, distribuindo recursos para o fortalecimento de suas iniciativas. O trabalho está sendo desenvolvido a partir de experiências compartilhadas entre as fundações que compõem o Bloco Brasil da RedEAmérica, responsáveis por mobilizar e monitorar a implantação dos projetos. “A expectativa é ter pelo menos um grupo apoiado em Timóteo”, ressalta Márcia.

A iniciativa é vista pela Fundação como uma oportunidade de abertura de nova frente de trabalho, baseada no protagonismo juvenil. “A Fundação quer investir nos jovens para, cada vez mais, tê-los como interventores. Acreditamos em seu potencial para a transformação social”, afirma Vera Dutra, coordenadora de Projetos.

Missão cumprida

Enquanto novos projetos chegam à pauta da Fundação, mais dois são concluídos em Timóteo. Eles fazem parte do Rede Municipal, que ofereceu 20 mil dólares e assessoria técnica a cada organização.

Na Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Timóteo (Ascati), foram finalizadas melhorias no processo de operacionalização do galpão com a compra de prensa de material plástico, triturador de papel e elevador de carga. Outro benefício foi a oportunidade de capacitação oferecida aos catadores, com reuniões periódicas para implantação de procedimentos de triagem, armazenagem e venda do material reciclado. “Os dois principais objetivos foram alcançados. Conseguimos aumentar a capacidade de produção da Associação e melhorar as condições de trabalho dos catadores”, destaca Márcia.

O Projeto Residência Sustentável, que previa a instalação de aquecimento solar e sistemas de filtragem, bombeamento e reservatório de água na Fazenda Recanto Sol Nascente, da Associação Clínica de Recuperação de Toxicômanos e Alcoólatras (Clirec), em Timóteo, também foi encerrado com as metas cumpridas. A entidade, que promove atividades para 40 jovens e adultos em tratamento de dependência química, obteve significativa redução de despesas com a economia de 50% da água e energia no local e criou um espaço multiuso para capacitação e terapia de grupo.

 

Compartilhar: