Revista Espaço

Competitividade

Melhor que a encomenda

12

Frédéric Midy (à frente): capacidade de implantar projetos de grande porte

As áreas de Redução, Engenharia de Projetos e Suprimentos, ao lado da Aperam Bioenergia, responsável pela gestão das florestas plantadas, envolveram-se diretamente na execução do projeto de troca do combustível do Alto-Forno 2.

Graças a um trabalho baseado no mapeamento de possíveis problemas e no estabelecimento de medidas preventivas, as equipes conseguiram que todo o processo fosse executado sem desvios nas metas estabelecidas. E o melhor: anteciparam a curva de aprendizado estipulada para o início das operações. “Adiantamos o processo em 23 dias, graças a uma transição planejada em detalhes, com dois anos de estudos, envolvendo e nivelando todos no processo”, explica Luiz José Gonçalves, analista consultor da Diretoria de Operação da Aperam Timóteo.

Além disso, os resultados de segurança foram exemplares. “Mesmo com atividades críticas e o envolvimento de cerca de 600 pessoas na parada do Alto-Forno para a conversão final do combustível, não foram registrados acidentes durante os 12 dias de trabalho, graças ao comprometimento, determinação e expertise das equipes envolvidas”, destaca Pedro Cirino.

“Considerávamos alguns pontos especialmente críticos, que poderiam requerer atenção especial, como o sistema de desempoeiramento. No entanto, os esforços e a integração coordenada pela Engenharia de Projetos fizeram com que tudo saísse melhor que o esperado, demonstrando o grande comprometimento das equipes envolvidas com o gerenciamento e planejamento da iniciativa”, avalia Frédéric Midy, diretor técnico da Aperam South America.

A estrutura atual do equipamento também favoreceu a transição, como destaca Guilherme do Espírito Santo, gerente da Redução: “Fomos beneficiados pela composição do Alto-Forno 2, com tecnologias muito atualizadas e processos desenvolvidos, que facilitaram o monitoramento constante dos processos com dados confiáveis”, pontua.

“O projeto Carvão Vegetal é uma manifestação de confiança na capacidade da Empresa de implantar empreendimentos de grande porte”, comentou Midy durante a cerimônia.

“Com esse projeto, a Aperam une-se ao esforço de fazer com que a responsabilidade ultrapasse a linha do discurso e alcance a prática”, afirmou MariaHelena Batista Murta, superintendente de Regularização Ambiental do Leste Mineiro, que representou o secretário estadual de Meio Ambiente, Adriano Magalhães, na solenidade de inauguração.

Compartilhar: