Revista Espaço

O melhor do inox

Processo industrial diferenciado permite à Aperam produzir aço 430 DDQ de qualidade e atributos únicos

13

Combinação de brilho e estampagem únicas permitem a utilização do 430 no lugar dos aços austeníticos, mais caros, na fabricação de peças mais complexas

Um conjunto de características trabalhadas por mais de 20 anos entre as áreas de Pesquisa, Produção, Metalurgia e Desenvolvimento de Mercado confere ao aço 430 DDQ (Deep Drawing Quality) da Aperam (chamado internamente de 430E ou 430F) uma composição química otimizada, que lhe proporciona melhor estampabilidade e qualidade diferenciada.

Em constante desenvolvimento, esses atributos são alcançados graças à utilização de processos especiais na produção, desenvolvidos com tecnologia exclusiva da Aperam, que possibilitam, entre outras inovações, a utilização de baixos teores de Carbono e Nitrogênio e adição de Nióbio na Aciaria, recristalizações sucessivas na Laminação a Quente e tratamentos térmicos otimizados na Laminação a Frio. “Só o aço da Aperam apresenta essas características. Por isso, o produto final tem um desempenho de estampagem muito superior ao de qualquer outro aço 430 existente no mundo”, destaca Tarcísio Reis, pesquisador do Centro de Pesquisas da Aperam Timóteo.

Outro ponto de destaque da produção é o uso da máxima capacidade de gerar qualidade superficial com os equipamentos tradicionais, garantindo brilho e atributos similares ao produto obtido via processo de recozimento brilhante. “É uma grande conquista tecnológica. Mesmo os concorrentes se surpreendem ao perceber a qualidade superficial do produto”, pontua Tarcísio. Além disso, novos equipamentos e tecnologias importantes para a produção de aços inox ferríticos, como o agitador eletromagnético no lingotamento contínuo, vêm sendo aos poucos incorporados à rotina de produção.

14

Uso de equipamentos e tecnologias exclusivas da Aperam garantem a qualidade diferenciada do aço

Esse diferencial proporciona um custo menor aos clientes e aumenta a competitividade da cadeia produtiva, uma vez que permite a utilização do aço 430 na fabricação de peças mais complexas e de maior profundidade, substituindo aços austeníticos, material de custo bem mais elevado. “A combinação de brilho e estampagem do nosso 430 permite fabricar pias e cubas de profundidade de 130 mm, enquanto o padrão é de até 120 mm. Além disso, também viabiliza aplicações que não poderiam ser feitas com o material tradicional, como tampas de fogão e outros produtos de linha branca”, enfatiza Tarcísio.


“O 430 DDQ é muito estratégico para as ambições da Aperam South America por ser um aço sem níquel em sua composição química, com boa resistência à corrosão e soldabilidade e, principalmente, com excelente estampabilidade e brilho. Essas características o tornam um produto diferenciado no mercado, trazendo aos clientes a possibilidade de desenvolver peças cada vez mais complexas e sem necessidade de ligas austeníticas (com presença de níquel), melhorando seus indicadores de performance industrial”.

Roberto Guida, gerente executivo de Desenvolvimento de Mercado e Assistência Técnica do Escritório de São Paulo.

Compartilhar: