Revista Espaço

Culinária sustentável

Programa Cozinha Brasil ensina a aproveitar melhor os alimentos

21

Cozinha Brasil ensinou receitas de baixo custo e alto valor nutritivo

22

Nos quatro módulos, programa levou alternativas sustentáveis à rotina dos participantes

A Fundação Aperam Acesita encerrou, com uma atividade complementar, a primeira edição do programa Vida Sustentável. Oferecido em parceira com o Sesi, o programa Cozinha Brasil enriqueceu a iniciativa da Empresa, que teve o objetivo de mostrar aos participantes como utilizar no dia a dia os conceitos de sustentabilidade na culinária.

Segundo o diretor de administração da Fundação, Venilson Vitorino, a realização do Cozinha Brasil não estava prevista na proposta inicial do Vida Sustentável, que conta com quatro módulos: consumo consciente, horta agroecológica, alimentação saudável e orçamento familiar. “O sucesso do programa nos levou a buscar esse incremento para as atividades realizadas”, afirma.

Com o intuito de promover ações de educação alimentar, o Cozinha Brasil ensinou empregados da Aperam e pessoas da comunidade como preparar receitas de baixo custo e alto valor nutritivo, com aproveitamento máximo de todas as partes do alimento, que, em outras circunstâncias, vão direto para a lata de lixo. “Ele ensina a fazer um prato saboroso no paladar e no bolso”, brinca Vitorino.

Em sua quarta edição em Timóteo com apoio da Aperam, o Cozinha Brasil contou com a participação de 186 pessoas e índice de satisfação acima de 90%. Em todo o país, o programa já capacitou mais de 340 mil pessoas em aproximadamente 900 municípios.


Benefícios imediatos

Realizado entre os meses de maio e julho, o Vida Sustentável promoveu encontros com foco na aplicação de alternativas sustentáveis na rotina familiar das pessoas. Os participantes aprenderam, entre outras atividades, a balancear o cardápio, cultivar os próprios alimentos, planejar despesas e investimentos mensais e elaborar uma planilha de orçamento doméstico. “São ações pouco praticadas pela maioria das pessoas e que provocam uma melhoria de vida quase imediata, sem contar os benefícios que trazem ao planeta”, opina Vitorino.

Nessa sua primeira edição oficial (um programa-piloto foi realizado em 2010 com boa aceitação dos empregados), o Vida Sustentável totalizou 199 participações, registrando índice de satisfação superior a 85%. Até o final deste ano serão organizadas mais quatro turmas.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.