Revista Espaço

Eficiência energética

Projeto piloto alcança 80% de redução de consumo de energia elétrica no sistema de alimentação das pontes rolantes dos Fornos Elétricos a Arco (FEA)

A Aperam Timóteo concluiu a implantação de um projeto inédito na Empresa, que utiliza o modelo de negócio orientado pela Lei de Eficiência Energética (veja quadro abaixo) para economizar energia elétrica.

Desenvolvida em parceria com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a Efficientia, empresa parceira de eficiência energética, a iniciativa baseou-se na modernização do sistema de alimentação em corrente contínua (CC) das pontes rolantes dos FEAs da Aciaria, com a substituição do grupo motor/gerador de alimentação por um painel com retificador (foto). “Esse sistema proporcionou redução de 80% do consumo de energia, maior confiabilidade e vantagens adicionais, como a diminuição de ruído e calor na sala elétrica, além da redução dos custos com manutenção”, destaca David Fabri, assistente técnico da área de Distribuição de Energia Elétrica.

Por ser uma ação sem precedentes na Aperam, a realização do projeto contou com o apoio de vários setores da Empresa, sob a coordenação da equipe de Eficiência Energética. “O projeto teve a participação de uma equipe multidisciplinar, desde o desenvolvimento do modelo de negócio na Empresa até a instalação do equipamento pela Aciaria”, relata David.

Próximos passos

9

Redução de custos, ruídos e consumo de energia foram alcançadas com a instalação de um novo painel com retificador

Com os bons resultados, o objetivo agora é estender o desenvolvimento de iniciativas semelhantes para outras áreas. De acordo com David, “do ponto de vista da eficiência energética, o projeto superou as expectativas, sendo necessário agora consolidar o modelo de negócio junto à concessionária de energia elétrica, para utilizar a lei de eficiência energética de forma plena em novos projetos na Aperam”.


Paga pelo que economiza

Criada em 2000, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Lei de Eficiência Energética exige das concessionárias de energia o investimento em programas que possibilitem a redução de consumo de energia elétrica.

No caso da Aperam, o projeto se enquadra no modelo de Contrato de Desempenho. De acordo com essa modalidade, a concessionária disponibiliza recursos financeiros para que a empresa adquira e instale os equipamentos, sendo que o reembolso do investimento é feito em parcelas inferiores ou equivalentes à economia alcançada, comparando as situações anterior e posterior à implantação do projeto.

Compartilhar: