Revista Espaço

Assistidas e preparadas

Palestra promovida pela Fundação Aperam Acesita orienta e auxilia organizações sociais do Vale do Aço sobre as regras da nova Lei de Filantropia

14

Auditório da Fundação recebeu representantes de entidades sociais de toda a cidade

Garantir a manutenção das atividades sociais e seus bons resultados, instruindo sobre as limitações legais que podem impactar na atuação das entidades. Esse foi o objetivo da palestra “A Lei da Filantropia e a Sustentabilidade das Organizações Sociais”, com a empreendedora social Leila Novak, fundadora do Projeto Curumim, coordenadora da Rede Papel Solidário e consultora em organizações sociais há 25 anos.

O evento, promovido pela Fundação, reuniu representantes das organizações sociais de Timóteo e região para esclarecer e explicar as alterações da lei da filantropia, que estabelecem novas regras para o processo de certificação de instituições com atividades nas áreas de assistência social, saúde e educação, e envolve novos acordos e formas de repasse de recursos. “Nossa intenção é prestar assessoria às organizações, passando informações importantes para que elas possam ajustar seus processos de acordo com a legislação vigente, desenvolver seus projetos e garantir sua sustentabilidade”, destaca Salete Silva, coordenadora de Projetos da Fundação Aperam Acesita.

Durante o encontro, os representantes das organizações também tiveram a oportunidade de apresentar suas principais necessidades e pontos em que precisam de auxílio. Temas como a captação de recursos, planejamento estratégico e elaboração e gestão de projetos foram enumerados e vão nortear a escolha dos assuntos a serem abordados nas próximas palestras e capacitações oferecidas às entidades.


Vale Cidadania

Para assessorar e capacitar as organizações sociais, a Fundação também pretende utilizar o Programa Vale Cidadania, iniciativa de apoio a instituições sem fins lucrativos, que visa a criação de uma rede de ação social que permita o desenvolvimento da cidadania no Vale do Aço. “O Vale Cidadania complementará o que iniciamos com a palestra, fortalecendo e incentivando o desenvolvimento de projetos de capacitação na cidade”, conclui Salete.

Compartilhar: