Revista Espaço

Inovação até na parede

Azulejo leva requinte e qualidade do aço inox a casas e centros comerciais

5

O aço inox viu surgir em Timóteo, nas fábricas da RevestirInox, uma nova aplicação para o material. A empresa, que produz lixeiras, bancos, coifas, móveis, entre outros artigos, adicionou um produto inédito ao seu portfólio: o azulejo de inox.

A peça, produzida com aço AISI 304 e aço AISI 430 da Aperam Timóteo, é mais uma aplicação encontrada para o Inox, material cada vez mais utilizado na construção civil e na composição de interiores. “O azulejo consegue levar as qualidades do inox a ambientes que normalmente não contam com requinte ou luxo, como cozinhas, banheiros e fachadas, e também a centros comerciais, casos de hospitais, laboratórios e restaurantes”, afirma Josué Araújo, responsável pela criação do produto.

O processo de desenvolvimento do azulejo levou mais de quatro anos para ser consolidado, exigindo a criação de máquinas até então inexistentes no mercado. “As matrizes foram feitas aqui e um equipamento especial veio de Caxias do Sul (RS) para viabilizar a produção. Em seguida foram inúmeros testes e alterações até chegar à qualidade e produtividade pretendidas”, relata o empresário.

Hoje, a empresa tem capacidade para produzir três mil metros quadrados de azulejos por mês. Cada um tem tamanho padrão de 20x 20 centímetros e pode ser liso ou pastilhado, com acabamento brilhante ou escovado. Em relação à peça tradicional, os azulejos de inox são mais fáceis de limpar, têm baixo custo e elevada resistência à corrosão e a grandes variações de temperatura.

Compartilhar: