Revista Espaço

Arte com inox

Aço é cada vez mais utilizado para produção de quadros

6

Desde 2010, Efigênia Oliveira trabalha com o aço inox em suas obras

Visitar a Feira de Artesanato de Belo Horizonte, a tradicional feirinha hippie da Avenida Afonso Pena, é um passeio que tem trazido novidades nos últimos tempos. Além dos produtos habituais, como bijuterias, calçados, objetos de decoração, bolsas, brinquedos e alimentos, uma caminhada pelo local mostra uma mudança no estilo das obras de arte expostas.

Cada vez mais, as pinturas convencionais sobre telas de madeira e acrílico têm sido substituídas por materiais mais modernos, sendo o principal deles, o aço inox. “É uma obra diferente, atrai a atenção do público, que gosta, elogia e compra”, afirma Efigênia Oliveira, artista que há 15 anos expõe seus trabalhos na feira e desde 2010 trabalha com a utilização do inox.

A criação da peça envolve várias etapas que se complementam e dependem umas das outras. Primeiro, é feita a pintura de uma tela vazada, em seguida, cortam-se tiras de aço inox, que posteriormente são dispostas e coladas sobre a imagem. “É um produto que se destaca com um efeito diferente. Além disso, leva menos tempo para produzir, é bonito, moderno, prático e fácil de limpar”, destaca Efigênia Oliveira.

7

“Os quadros de inox chamam mais a atenção e fazem sucesso na feira”, conta Dimas Marques


Tendência

Pintor há mais de 30 anos, 25 deles expondo seus trabalhos na feira da Afonso Pena, Dimas Marques percebeu que tinha que mudar seu estilo para se destacar. Desde 2005, ele passou a incorporar o material às suas obras. “As pessoas estão procurando por artigos de decoração mais modernos, que adornam qualquer ambiente, e o aço inox tem essas características, com o beneficio de ainda ser um material de beleza e requinte”, ressalta.

Compartilhar: