Novidades da Aperam

Projetos do Edital 2016 já podem ser executados

20/10/2016

Aperam BioEnergia e organizações sociais assinam convênios para desenvolvimento de projetos que contemplam comunidades da região

Na última segunda-feira (17), as organizações sociais do Vale do Jequitinhonha selecionadas no Edital de Projetos da Fundação Aperam Acesita assinaram convênios que autorizam o recebimento dos recursos. O compromisso foi firmado em Capelinha, em encontro entre representantes das associações e da Aperam BioEnergia e Fundação Aperam Acesita. A edição 2016 do Edital aprovou 13 projetos, sendo sete deles de entidades do Jequitinhonha. A iniciativa representa uma oportunidade para desenvolver ações de melhoria da qualidade de vida das comunidades locais. A assinatura do convênio reuniu, além dos representantes das organizações sociais, o gerente da área de Relações com as Comunidades e representante da Fundação Aperam Acesita no Vale do Jequitinhonha, Raimundo Lima; as analistas Regisllainy Cobucci e Fernanda Alves Correia, ambas da Aperam BioEnergia; a coordenadora de Projetos da Fundação, Neide Barbosa; e representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater).

Experiência
Membro da Associação do Cisqueiro, Pedro Ferreira dos Santos apresentou a experiência da entidade com o projeto desenvolvido em 2015. "O lado financeiro do projeto foi importante, mas o maior ganho foi a conscientização ambiental. A comunidade despertou para o cuidado e para a necessidade de zelar pela preservação dos recursos naturais", contou Pedro. "No Edital 2016, participamos com o mesmo projeto e incluímos a arborização das nascentes e arames para cercá- las", completou.

Projetos aprovados
Em Itamarandiba, foram aprovados os projetos "Sistema de Abastecimento Comunitário de Água", da Associação Comunitária dos Pequenos Produtores Rurais de Santa Joana eAdjacências; e "Instalação da Agroindústria Coletiva de Rapadura, Melado e Açúcar Mascavo", da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Bonfim e Adjacências. "Água para a sobrevivência" é o projeto da Associação de Promoção e Apoio à Produção (Ascop), de Minas Novas. De Capelinha, firmaram o convênio a Associação das Famílias dos Pequenos Produtores Rurais do Cisqueiro - Retiro São Bento, com o projeto "Conservação de solo e água" (Comunidade do Cisqueiro); a Associação Cultural Quilombola de Santo Antônio do Fanado, com "Preservação dos Afluentes do Rio Fanado"; e a Associação dos Pequenos Produtores Rurais da Agricultura Familiar da Bateria do Riacho, com o projeto "Apicultura - Jovem em Ação". De Veredinha, a Corporação Musical Manoel Alecrim teve o "Cultura Viva: Juventude Cidadã" contemplado.

Vale do Aço
Em agosto, 13 projetos foram selecionados entre 59 inscritos no Edital 2016. No
Vale do Aço, as organizações sociais também já assinaram os convênios e estão executando os projetos. As entidades são a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), Associação de Portadores de Insuficiência Renal do Vale do Aço (Apirva), Casa do Cuidado Humano, Lar das Meninas Jesus deNazaré, Associação dos Agricultores Familiares do Córrego do Celeste e Grupo Pirilampo.

Reunião para assinatura dos convênios
Compartilhar: