Comunicação

Newsletter – Outubro 2018 – Meio Ambiente

Quatro minutos de vida útil e até 400 anos para se decompor na natureza. A equação, evidentemente desequilibrada e prejudicial ao meio ambiente, foi o ponto-chave para que uma verdadeira guerra aos canudos plásticos fosse iniciada em todo o mundo. Diante deste cenário, os modelos em aço inoxidável – com vida útil eterna, higiênicos e fáceis de transportar – aparecem como a melhor opção e ganham a cada dia mais visibilidade.

No Brasil, a Aperam Serviços e Soluções, que já fornece aço inoxidável para a fabricação dos canudos sustentáveis, tem a expectativa de ampliar este mercado nos próximos anos. O aço austenítico 304 tem sido a melhor opção, uma vez que sua composição química, com maior volume de níquel e cromo, mostra-se ideal para a resistência à corrosão, resultante do contato com os alimentos.

Em setembro, quem passou pelos estandes da Aperam na 29ª Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente (Fenasan), em São Paulo (SP); e na Rio Oil & Gas, no Rio de Janeiro (RJ), recebeu canudos em aço inoxidável como um brinde exclusivo da Empresa! O objetivo foi reforçar a postura sustentável da Aperam e dar visibilidade a esta nova aplicação do aço inoxidável, que deve se multiplicar em um futuro próximo.

O impacto negativo do uso de itens como canudos e sacolas plásticas, especialmente para a fauna marinha, é o tema do documentário “Oceanos de Plástico”, lançado em 2016 pelo diretor Craig Leeson. Ele viajou o mundo em busca de informações sobre a poluição dos oceanos e, em quase duas horas de vídeo, compartilha números impressionantes das consequências geradas pela utilização do plástico.

Compartilhar: