fbpx

Novidades da Aperam

Inox contra o vandalismo

No início de abril, os paulistanos foram surpreendidos pela notícia de que os banheiros recém-reformados do Parque Ibirapuera haviam sido depredados. O vandalismo ocorreu apenas uma semana após o término das obras, que custaram R$450 mil. Como resultado do crime, cubas, saboneteiras e sifões foram arrancados e as tampas de uma válvula de descarga e de um assento de vaso sanitário também sofreram danificações.

Uma opção que resiste ao vandalismo e reduz as chances de depredação em banheiros públicos é o aço inoxidável. A utilização do material para esta finalidade tem crescido no período recente, com destaque para os banheiros de penitenciárias. É o caso do Complexo Penitenciário de Ribeirão das Neves, em Minas Gerais.

O projeto, assinado pelo arquiteto Paulo Lucio de Brito, utiliza o inox em larga escala em peças sanitárias, bancos e mesas para celas. Além da resistência mecânica, o material evita o acúmulo de bactérias e fungos, colaborando para a higiene do ambiente e bem-estar.

Resistência e durabilidade do inox levaram à escolha do material para banheiros de penitenciária em Minas Gerais (imagem: Carlos Alberto Imprensa MG/Arquivo PLB Arquitetura)
Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu

Clique no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.