fbpx

Novidades da Aperam

Inox aumenta eficiência e sustentabilidade da indústria da energia

Parte menos visível da indústria de óleo e gás, materiais e equipamentos que viabilizam as sofisticadas operações de exploração dos recursos estiveram em exposição na Rio Oil & Gas, entre os dias 24 e 27 de setembro de 2018, no Riocentro, cidade do Rio Janeiro. Produtora integrada de aços inoxidáveis, elétricos e carbonos especiais, a Aperam South America levou ao evento soluções e aplicações específicas em aço inox para a indústria de energia, que aumentam a eficiência e as condições de sustentabilidade das operações do setor.

Durante o evento, o pesquisador da Aperam Adolfo Viana apresentou os resultados de investigação técnica sobre efeitos e impactos que a corrosão atmosférica no litoral e em alto mar traz aos materiais tradicionais e ao aço inoxidável. Em três anos de testes, mesmo com espessura cinco vezes menor, o aço inoxidável manteve-se íntegro, enquanto os materiais tradicionais perderam 95% de sua massa e, praticamente, se desintegraram.

Chapas, tubos rígidos e flexíveis com diferentes diâmetros, espessuras e acabamento, são exemplos do uso de aço inoxidável produzido pela Aperam South America. O inox tem se mostrado material de desempenho superior em condições e ambientes operacionais severos onde equipamentos e estruturas estão sujeitos a corrosão, desgaste e abrasão. Também é quimicamente inerte, ou seja, não reage ao contato com diferentes substâncias.

A Aperam possui um programa permanente de inovação em que investiga aplicações específicas e a alta performance do inox em diversos setores da economia. “O aço inoxidável, em vantagem aos materiais tradicionais, garante longa durabilidade, diminui necessidade de manutenção, reduz custos e eleva a produtividade de equipamentos e máquinas”, diz Roberto Nardocci, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Aperam South America.

Aço Verde

O compromisso com a sustentabilidade norteia os processos da Aperam South America. A empresa é a única produtora mundial de aço a empregar 100% de carvão vegetal em detrimento do carvão mineral. Seus insumos são provenientes de florestas renováveis de eucalipto sob gestão de sua subsidiária Aperam BioEnergia no Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais. Os processos incluem uso intensivo de tecnologia e práticas ambientais de classe mundial, desde a fase do melhoramento genético ao produto final com a carbonização da madeira, o que inclui controle e redução de emissão de gases.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Menu