Inox na agropecuária é sinônimo de inovação

16/05/2017

A agropecuária é uma atividade desempenhada por pequenos produtores que ligam duas áreas: a da agricultura, que é o cultivo de hortaliças, e a pecuária, que consiste na criação de animais. É um setor forte no Brasil e, por meio dele, obtemos produtos muito importantes para o nosso dia a dia, como carnes, legumes, leite, ovos, grãos, e até matéria-prima utilizada para fabricar, por exemplo, cosméticos e remédios.

inox-na-agropecuaria

São muitos os equipamentos e objetos necessários ao bom funcionamento deste setor, e o inox está presente em muitos deles, substituindo plásticos, alguns tipos de metais e os aços galvanizados, que dependem de uma camada de zinco para resistir à corrosão e têm uma vida útil reduzida.

Confira as diversas vantagens e aplicações do inox no ambiente agrícola!

O cuidado com os equipamentos

A flexibilidade do aço inoxidável é alta. Isso permite que ele seja facilmente utilizado em objetos de formas mais complexas, o que é importante no processo de soldagem. E como o aço inoxidável é muito resistente à corrosão e apresenta uma longuíssima vida útil, o produtor não precisa se preocupar com reparos posteriores causados pela oxidação.

É por esses e diversos outros atributos que o inox se sobressai: é um metal de baixa manutenção e alta qualidade. Um material apropriado, inclusive, para quem deseja equipamentos sob medida, que precisam de detalhes específicos. Assim, o inox está nas cercas, nos portões, nos equipamentos de alimentação de animais.

O inox na ventilação

Regiões agrícolas geralmente apresentam altas temperaturas e a presença constante de estrume e urina. Esses fatores fazem com que a atmosfera seja mais corrosiva. O aço inoxidável, então, automaticamente torna-se o metal mais adequado para este meio.

O inox no sistema de ventilação e aquecimento resiste a todas as condições climáticas desfavoráveis e fornece a temperatura ideal para os animais. A saúde deles é importantíssima e está diretamente ligada à produtividade. Um dos desafios que o gado enfrenta, por exemplo, é a presença de insetos em seus corpos. Você já viu gado se esfregando em árvores? É algo muito natural, e essa atitude, no ambiente agrícola, muitas vezes é substituída por escovas. O aço inoxidável é utilizado em escovas rotativas e estáticas, que necessitam de muita resistência a impactos. O inox, com sua resistência mecânica, também está presente nos tubos dos pulverizadores, utilizados para livrar os animais de parasitas.

A higiene do aço inoxidável

Como a superfície do inox é lisa, livre de rugosidade, mantém uma maior higiene por não acumular bactérias, além de facilitar muito a limpeza. Essa característica é apreciada de modo especial pela indústria de laticínios, que necessita de um metal que não contamine o leite, para manter todas as suas propriedades. O mesmo cuidado é aplicado com o abastecimento de água para os animais.

A ordenha tem se modernizado bastante e hoje é quase totalmente maquinal. Os equipamentos mais avançados contam com braços robóticos feitos em inox. Por sua baixa condutividade térmica, o inox contribui para a baixa temperatura que o leite deve manter após este processo, para que não haja reprodução de microrganismos. O inox também é o material utilizado no agitador, que evita o acúmulo de gordura na parte superior do leite.

E ainda tem mais! Por meio de trocadores de calor de aço inoxidável, a energia térmica do leite, após a extração, pode ser transferida para a água. Muita energia elétrica pode ser recuperada por meio dessa troca, e a água aquecida pode ser utilizada para a limpeza do próprio sistema de ordenha.

Há várias outras aplicações do inox no setor agropecuário: em equipamentos de pesagem, equipamentos que auxiliam em partos, recipientes de coleta de chorume, etc. Com a durabilidade do metal, sua alta resistência à corrosão e impactos, sua flexibilidade e higiene, ele é de muita utilidade para os pequenos e grandes produtores.

Continue acessando nosso blog para conferir os usos do inox!

Compartilhar: