Esgrima, hipismo, golfe. O que esses esportes têm em comum?

18/11/2016

As Olimpíadas e as Paralimpíadas de 2016 atraíram mais de 1,3 milhão de pessoas ao Rio de Janeiro, vindas de diversos lugares do mundo e do próprio Brasil. Os Jogos Olímpicos são, historicamente, um dos maiores eventos esportivos do mundo! Mas você sabia que esse grande evento tem no aço inox um importante aliado para o êxito dos sistemas de acessibilidade, das instalações e dos equipamentos dos jogos? Com sua versatilidade, o inox contribuiu para o sucesso do evento e dos atletas, com uma presença mais forte do que se pode pensar.

golf

O aço inoxidável é uma liga metálica que, quando combinada a outros elementos, ganha características específicas. São muitas as famílias que o aço inoxidável pode formar, mas as principais são: os austeníticos, ferríticos e martensíticos. O inox resiste bem à corrosão, inimiga dos metais, conhecida como “ferrugem”; é um material reciclável, permite diversos tipos de acabamentos, é de fácil limpeza e aparência moderna. Por essas e outras características, o aço inox foi estrela nas Olimpíadas e esteve presente em diversos momentos.
O aço austenítico, por exemplo, foi medalha de ouro. Isso porque ele esteve presente nas resistentes máscaras e nas jaquetas do nosso talentoso Guilherme Toldo na esgrima; nas peças dos barcos a vela, que, à sorte do vento, deslumbraram os espectadores na linda paisagem da Baía de Guanabara; e nos objetos usados pelos atletas do hipismo – e por seus cavalos! –, em suas incríveis apresentações de sincronia, dando a eles mais segurança e menos peso.

guilherme-melaragno-esgrima-rio-2016O aço inoxidável ferrítico, por sua vez, marcou presença na escultura que acompanhou a pira olímpica, que, embora menor que as das outras Olimpíadas, chamou a atenção na abertura dos Jogos. Tornando-se um sucesso, acabou por se transformar em cenário de muitas fotos durante o evento. Esta peça ficou marcada por seu caráter sustentável: a estrutura por trás da chama movia-se por meio de energia eólica, produzida a partir da força do vento, reforçando a mensagem ecológica que o evento intencionou passar.

pira
Este mesmo tipo de aço desempenhou um papel fundamental em um dos esportes mais elegantes do mundo: o golfe, que, até as Olimpíadas de 2016, esteve ausente nos Jogos Olímpicos por mais de um século!
Além dessas modalidades, o aço inoxidável participou na própria estrutura do evento. Nas piscinas olímpicas, no sistema de transbordamento contínuo, nos corrimãos, nos pisos táteis para cegos, em toda a cidade olímpica e até mesmo nas 20 milhões de unidades de moedas comemorativas feitas exclusivamente para o evento, com valor de face de R$1,00, para que as pessoas, principalmente as que não compareceram aos Jogos, pudessem levar um souvenir para casa.

imagesComo você pode perceber, o aço inox é versátil e tem mais participação no dia a dia do que imaginamos. Ele foi essencial para vários esportes e teve um papel de protagonista nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Para saber tudo sobre o aço inox, clique aqui!

Compartilhar: